22°
Máx
14°
Min

Com nove passagens, jovem de 21 anos se entrega à polícia

(foto: Polícia Civil/Divulgação) - Com nove passagens, jovem de 21 anos se entrega à polícia
(foto: Polícia Civil/Divulgação)

Um homem de 21 anos foi autuado na manhã de terça-feira (9), após se apresentar com seu advogado na Delegacia de Santo Antônio da Platina. Ele tinha um mandado de prisão preventiva em seu desfavor, pelo crime de roubo. Investigações apuraram que o homem é suspeito de realizar no mínimo quatro assaltos a mão armada na região, nos últimos meses. O suspeito possui nove passagens policiais, além de já ter cumprido pena pelo crime de roubo.

Segundo investigações, o suspeito teria praticado um assalto a mão armada que vitimou um casal na madrugada de segunda-feira (8). O casal foi surpreendido por dois homens que anunciaram assalto, próximo a residência das vítimas no Centro da cidade. Eles levaram joias e um celular.

Em outra ação do assaltante, realizada no dia 17 de julho, também no Centro, ele rendeu um comerciante empunhando a arma e levou todo o dinheiro que ele tinha em caixa.

Os investigadores já identificaram o adolescente de 15 anos, que participava dos assaltos. Ele aguarda decisão da Justiça para ser apreendido e encaminhado para o Centro de Socioecação (Cense).

O delegado responsável pelo caso, Tristão Borborema de Carvalho, afirma que o combate aos roubos ocorridos no município são prioridade para a Polícia Civil. “Com a elucidação dos dois roubos ocorridos recentemente, conseguimos esclarecer mais dois casos, pois as vítimas reconheceram seus pertences, após a apreensão realizada na casa do suspeito”, conta Carvalho.

O suspeito possui nove passagens policiais e já esteve preso pelo crime de roubo, no período de setembro de 2014 a fevereiro de 2015. Ele foi posto em liberdade pela Justiça, em razão de condenação em regime aberto.

Agora ele responderá pelos crimes de roubo agravado, corrupção de menores e associação criminosa, podendo pegar até 10 anos de reclusão. Ele está preso na Cadeia Pública de Santo Antônio da Platina, onde permanece à disposição da Justiça.

(com informações da Polícia Civil)