28°
Máx
17°
Min

Começa campanha de vacinação contra gripe com expectativa de imunizar 112 mil pessoas

(Foto: Roberto Furlan/Secom) - Começa campanha de vacinação contra gripe com expectativa de imunizar 112 mil pessoas
(Foto: Roberto Furlan/Secom)

Começou nesta segunda-feira (25) a Campanha de Vacinação contra a Influenza em Maringá. Somente na Sala de Vacina, mais de mil pessoas compareceram à procura das doses, que também estão disponíveis em todas as unidades básicas, com exceção da do Jardim Olímpico, que passa por reforma. A expectativa é imunizar 112 mil pessoas no município até o dia 20 de maio.

O secretário municipal de Saúde, Ênio Molina, destacou que a vacina está disponível gratuitamente aos grupos de risco, formados por crianças entre seis meses e menores de cinco anos, mães com filhos de até 45 dias, trabalhadores da saúde, idosos, presos, servidores penitenciários e portadores de doenças crônicas entre cinco e 59 anos, além de indígenas.

“Destinamos um número de vacina para cada UBS de acordo com as fichas cadastrais nas unidades, por isso, pedimos que as pessoas que são do grupo de risco se direcionem a essas UBSs, o que pode ajudar a evitar grandes filas em determinados locais”.

Sintomas

O secretário municipal de Saúde, Ênio Molina, pede atenção dos moradores de Maringá aos sintomas de gripe, principalmente à falta de ar, cansaço, vômito e dor abdominal. 

“Optar por locais arejados e com ventilação, lavar as mãos frequentemente ou higienizar com álcool em gel, evitar locais de grande aglomeração e cobrir com o braço o nariz e a boca no momento em que for tossir ou respirar são fundamentais para a prevenção”, colocou.

Quem tem direito à vacina?

  • Crianças que receberam uma ou duas doses da vacina da influenza sazonal em 2015, devem tomar apenas uma dose em 2016. Deve ser considerado o esquema de duas doses para as crianças de seis meses a menores de nove anos que serão vacinadas pela primeira vez. População total a ser vacinada em Maringá nesse grupo é de 19.855.
  • Gestantes. Para esse grupo não haverá exigência quanto à comprovação da situação gestacional, sendo suficiente que a própria mulher afirme o seu estado de gravidez. Em Maringá devem ser vacinadas 3.692 mulheres. 
  • Serão vacinadas todas as mulheres no período até 45 dias após o parto. Para isso, deverão apresentar documento que comprove a gestação (certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros) durante o período de vacinação. Devem ser imunizadas 607 puérperas.
  • Trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade. Eles poderão ser vacinados nas UBS e na Sala de Vacina conforme listagem nominal entregue por cada serviço. Será necessária comprovação com crachá com foto, carteira profissional, holerite ou declaração do empregador. A previsão é vacinar 14.953 desse grupo.
  • No caso dos idosos, vão receber a vacina os indivíduos com 60 anos ou mais, totalizando 44.628 pessoas.
  • Para a população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, a previsão é de imunizar 2.015 pessoas.
  • Quanto aos indígenas a vacinação será indiscriminada para toda população, a partir dos seis meses de idade. Não consta população a ser vacinada em Maringá por não ter aldeia na região.
  • Para pessoas de cinco a 59 anos, que são portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, mantém-se a necessidade de prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina. População total a ser vacinada desse grupo em Maringá é de 26.938 pessoas.
  • Pacientes já cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem se dirigir aos postos que estão cadastrados para receberem a vacina.

Colaboração Prefeitura de Maringá