20°
Máx
14°
Min

Começam obras de mobilidade na Universidade Estadual de Maringá

Execução deve seguir até o fim do ano (Foto: UEM) - Começam obras de mobilidade na UEM
Execução deve seguir até o fim do ano (Foto: UEM)

Começa esta semana, na Universidade Estadual de Maringá (UEM), a realocação dos postes e a demolição da guarita da vigilância patrimonial para a construção da nova via que ligará o estacionamento da Avenida Colombo às vias de circulação do campus. Também será iniciado o estacionamento entre o bloco D-67 e E-46. As obras fazem parte da contrapartida da Prefeitura de Maringá pelo terreno que a UEM cedeu para a construção do Contorno Oeste (duplicação da Rua Lauro Werneck e prolongamento das ruas Itamar Orlando Soares e Cristal).

O investimento total está orçado em R$ 3,1 milhões e a execução dos serviços deve terminar até o fim deste ano. Com a demolição da guarita instalada perto da reitoria, a central de vigilância será transferida para o portão da Rua 10 de Maio. Além disso, as obras de mobilidade irão contemplar a construção de três novas guaritas ao redor do campus, uma no portão de acesso pela Avenida Colombo, ao lado da TV UEM; outra entre as ruas Lauro Werneck e Itamar Orlando Soares; e a terceira ao lado da Casa do Estudante.

Assim que o novo portão pela Avenida Colombo estiver pronto, o acesso de entrada e saída próximo à reitoria será fechado. Uma via interna, com mão dupla, ligará o novo portão ao interior do campus, liberando vagas de estacionamento. Segundo a diretora de Serviços e Manutenção, Ezeni Claro da Silva, tão logo as obras de asfalto sejam concluídas, a pasta vai fazer a pintura para demarcar as vagas, incluindo as de exclusividade dos deficientes físicos e idosos.

As árvores retiradas para a execução das novas vias foram transplantadas ao lado do campo de futebol, nas proximidades do complexo esportivo da UEM. Segundo o agrônomo do Parque Ecológico da universidade, Valentin Ricardo Jordão, a ideia é que haja o mínimo de impacto ambiental possível. Haverá uma rota alternativa de acesso para os veículos que trafegarem pela Rua Itamar Orlando Soares. Esta será ainda a principal entrada para o fluxo de veículos de médio e grande portes, que terão estacionamento exclusivo, perto do complexo esportivo.

De acordo com o diretor de Obras e Projetos da Prefeitura do Campus, Carlos Antonio Pizo, o conjunto de obras em andamento visa também reduzir a passagem de pessoas acostumadas a utilizar a universidade apenas para encurtar distâncias. Elas serão estimuladas a enxergar a vantagem de trafegar pelo Contorno Oeste.

A conclusão das obras de mobilidade dará suporte ao novo anel viário da UEM, que terá sentido único na rotação anti-horário.Segundo o prefeito do Campus, Carlos Augusto Tamanini, o projeto visa melhoraro trânsito e aumentar as condições de segurança.

Da Assessoria UEM