23°
Máx
12°
Min

Comunidade escolar pede mais segurança para CMEI no São Braz

(Foto: Google Street View) - Comunidade escolar pede mais segurança para CMEI no São Braz
(Foto: Google Street View)

Em quatro dias, o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Nelson Buffara foi assaltado duas vezes. A situação deixou os moradores do bairro São Braz ainda mais preocupados. Eles pedem providências à Prefeitura de Curitiba.

Além da perda do sossego, a comunidade escolar teve prejuízos materiais. Os vândalos depredaram o espaço e, além de levar aparelhos eletrônicos, roubaram também materiais utilizados no atendimento às 150 crianças de até cinco anos de idade que estudam no espaço, como cobertores e lenços umedecidos.

Uma mãe de aluno, revoltada, pediu mais atenção para o bairro nas redes sociais. “A que ponto chegamos???”, desabafou a mulher. Os vereadores também cobraram um posicionamento da prefeitura, por meio de um pedido de informações. Eles querem saber o que o município está fazendo em relação aos constantes assaltos na unidade e de que maneira a prefeitura está melhorando a segurança no local.

Em nota, a secretaria municipal de Educação informou que a unidade está funcionando normalmente. “A Prefeitura lamenta a repetição desse tipo de ocorrência, que gera prejuízos para os cofres públicos e prejudica o atendimento às crianças”, diz o texto.

De acordo com a secretaria, a empresa responsável pela segurança da unidade reforçou o monitoramento e a Guarda Municipal intensificou as rondas no local. A medida porém, não atende completamente os anseios da população, que se sente insegura. “Guarda municipal urgente nas escolas e creches. E se esses loucos resolvem invadir com as crianças dentro???”, pede uma mãe.