20°
Máx
14°
Min

Consamu ministra curso de resgate tático à policiais federais

Consamu ministra curso de resgate tático à policiais federais

Vítima ao solo com ferimentos graves resultantes de uma ação de criminosos que ainda se encontram no local. Após a chegada da equipe policial, a segurança da área é estabelecida.

A vítima sem condições de buscar ajuda, permanece caída necessitando com urgência de atendimento. Entra em ação uma equipe policial treinada, que acessa rapidamente a cena e lançando mão de técnicas específicas, retiram a vítima da “área quente” prestando o primeiro atendimento, e já em local seguro a entregam para as equipes do Samu.

O cenário acima é fictício, porém ilustra exatamente os objetivos do curso realizado pelo Núcleo de Educação Permanente do Consamu, nos dias 06 e 07 de abril de 2016, para Policiais Federais da Delegacia em Cascavel: atuar em situações de emergência em saúde em áreas hostis.

O treinamento foi dividido em quatro módulos: primeiros socorros, autoatendimento, resgate tático e operações conjuntas de resgate tático.

No transcorrer do curso os policiais colocaram em prática técnicas de primeiros socorros, reanimação cardiopulmonar, técnicas de autoproteção e auto curativo, retirada e atendimento de vítimas em locais de risco, além de simular o atendimento em conjunto com o Samu.

Para o Diretor de Enfermagem do Consamu, Carlos Pereira, que também atuou como instrutor do curso, o treinamento também propiciou um momento de interação e troca de conhecimentos entre as duas instituições.

No atendimento de uma vítima em área hostil, os envolvidos devem falar a mesma língua e estarem extremamente alinhados, para garantir que os riscos serão minimizados e a (s) vítima (s) receberá (ão) o melhor tratamento de acordo com a situação.

Para o policial federal Maurício Voltaire, treinamentos como esse são interessantes e positivos para a educação continuada dos policiais.

O conhecimento em primeiros socorros faz parte da doutrina do policial federal e a integração entre a força policial e de emergência em saúde uma necessidade que vem se materializando em trabalhos conjuntos e no desenvolvimento de doutrina técnica. 

Voltaire lembra o caso em que um policial federal, durante uma das fases da Operação Lava Jato, atuou rapidamente e conseguiu reanimar uma pessoa que teve parada cardiorrespiratória.

Ainda segundo Voltaire, o treinamento foi muito bem avaliado pelos demais policiais participantes, que ressaltaram o profissionalismo e a didática empregada pelos instrutores do Samu.

Colaboração: Assessoria de imprensa