23°
Máx
12°
Min

Cope apreende explosivos suficientes para explodir 100 caixas eletrônicos

(Foto: Polícia Civil) - Mais de 50 quilos de explosivos são apreendidos
(Foto: Polícia Civil)

Mais de 50 quilos de explosivos, quantidade suficiente para explodir 100 caixas eletrônicos, foram apreendidos em uma casa em Almirante Tamandaré (Região Metropolitana de Curitiba), na manhã desta terça-feira (29). A casa era utilizada por uma quadrilha especializada neste tipo de crime.

“A quantidade de explosivo revela que esta era uma quadrilha que usava armamento pesado como fuzis e extremamente perigosa, especializada e atuante não só no Paraná, mas também em estados do Sul e Sudeste”, comentou Wagner Mesquita, secretário da Segurança Pública.

De acordo com a Polícia Civil, os três integrantes da quadrilha foram presos no dia 4 de novembro em Campo Largo (RMC) e em São Luiz do Purunã. Eles trafegavam pela BR-277 em direção ao interior do estado, e a suspeita é de que eles pretendiam praticar mais roubos.

No momento das prisões foram encontrados com os suspeitos três fuzis, 300 cartuchos de munição para fuzis, pistolas, coletes balísticos, oito quilos de explosivos, balaclavas, espoletas, cerca de 20 quilos de drogas e dois carros. A quadrilha era chefiada por Ricardo Mariano, de 40 anos, conhecido como “Seco”. Os outros presos são Ademir Martins, de 38 anos, e Lucas Zulco de Castro, de 34 anos.

Durante as investigações, a polícia chegou aos locais utilizados pela quadrilha para deixar os equipamentos. “Esta quadrilha usava dinheiro roubado nestas explosões de caixas eletrônicos para comprar pequenos terrenos e casas na região metropolitana para guardar os equipamentos usados, mas também para lavar dinheiro”, disse o delegado titular do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), Rodrigo Brown. Ele ainda contou que em uma das casas haviam 50 quilos de explosivos escondidos dentro de uma caixa de água.

Outras apreensões

Além dos 50 quilos de explosivo, três armas, placas de veículo clonadas e um caminhão roubado foram encontrados e apreendidos pela Cope nesta terça-feira (29). Isabelle Cristini de Moura, 26 anos, foi detida em flagrante por porte ilegal de arma. Em sua casa foi apreendida uma espingarda.

Colaboração Daniela Borsuk/ Polícia Civil