24°
Máx
17°
Min

Cope investiga morte de policial civil durante assalto

O Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) está investigando o crime que resultou na morte do escrivão da Polícia Civil do Paraná Sergio Antônio Szlanda, de 45 anos. De acordo com informações divulgadas pela polícia, o caso foi enquadrado como latrocínio, “uma vez que o suspeito praticava um assalto quando o policial percebeu e teria reagido”.

Retrato falado do suspeito de assassinar o policial (Foto: Divulgação/PC)

A assessoria de imprensa da Polícia Civil enfatizou que as equipes seguem em investigação, mas que até o momento nenhuma nova informação pode ser revelada. Testemunhas que presenciaram o crime relataram que após atirar contra o policial o suspeito fugiu com o apoio de comparsas que o aguardavam nas proximidades.

Um retrato falado do suspeito está sendo divulgado pela polícia, que pede a ajuda da população com denúncias.

O velório acontece na Igreja Nossa Senhora das Dores, na Vila Angélica em Araucária e o enterro está marcado para 17 horas, no Cemitério Tomaz Coelho, também na Vila Angélica, em Araucária.

O caso

O policial foi morto na noite de terça-feira (23), em uma farmácia no Bairro Capão Raso. Informações dão conta de que ele estava no local quando o suspeito anunciou o assalto e percebeu que se tratava de um policial. Ele teria entrado em luta corporal com suspeito que efetuou dois disparos contra Sérgio, um atingiu o braço e outro a cabeça. O escrivão foi socorrido por populares e levado ao Hospital do Trabalhador, mas morreu logo após dar entrada na casa hospitalar.