21°
Máx
17°
Min

Copel realiza operação no centro de Curitiba para regularizar cabos

(Foto: Divulgação/Copel) - Copel realiza operação no centro de Curitiba para regularizar cabos
(Foto: Divulgação/Copel)

A Copel vai fazer um mutirão nesta sexta-feira (12) para regularizar cabos de telefonia e dados na Rua Emiliano Perneta, no Centro de Curitiba. A ação acontece entre as ruas Visconde de Nácar e Buenos Aires e começou às 9h.

Os cabos de telefonia, internet e dados que estiverem pendurados, caídos ou com algum tipo de irregularidade que apresente risco de acidentes serão retirados pelas equipes da Copel. As empresas que possuem cabos no local foram notificadas para acompanhar os trabalhos e regularizar os cabos irregulares.

Por outro lado, se as empresas não comparecerem, a companhia vai cortar os cabos nos trechos em que houver risco de segurança. “Cada empresa deve manter organizada sua fiação. Há diversos cabos baixos, soltos ou pendurados, o que gera poluição visual e pode causar acidentes”, pontua o gerente de Projetos e Obras de Curitiba, Gláucio Martinez Lopes.

Segundo ele, cabe à companhia realizar a fiscalização e retirar cabos irregulares. “Como proprietária dos postes, a Copel é também responsável pela fiscalização das estruturas que são compartilhadas e vai retirar todos os cabos que oferecem risco à população”, afirmou o gerente.

Se os serviços de telefonia e internet forem afetados pelo corte dos cabos, a Copel orienta os clientes atingidos a procurarem o atendimento da empresa responsável para regularizar o serviço.

Esta é a nona operação feita pela Companhia na cidade em 2016 com objetivo de regularizar a situação dos fios. Ao todo, já foram removidas cerca de 2,2 toneladas de cabos irregulares de telefonia, somando 27 quilômetros de extensão.

Compartilhamento

A Copel é a proprietária da grande maioria dos postes de Curitiba. No entanto, existe um convênio de compartilhamento dessas estruturas com as operadoras de telefonia e dados. Cada empresa é responsável pela manutenção da estrutura de sua propriedade.

Em caso de ausência das empresas durante obras, as equipes da Copel amarram os cabos e, em seguida, notificam a operadora. Em situações de risco à população, a Copel corta o cabo irregular, o que pode causar a interrupção de serviço de telefonia e internet para alguns consumidores.

O consumidor também pode ajudar a fiscalizar a situação dos cabos, denunciando instalações inadequadas ou que ofereçam risco. Além disso, como a maior parte das pessoas não sabe a diferença entre cabos de energia e de telefonia, em caso de cabos caídos ou pendurados, a Copel orienta a população a jamais tocá-los e a avisar imediatamente a Companhia pelo telefone 0800 51 00 116.

Colaboração AENPr