22°
Máx
17°
Min

Corregedoria vai apurar conduta de policiais civis em Palmital

Homem que fugiu da abordagem da polícia foi baleado e corre risco de morrer (Foto: Divulgação) - Corregedoria vai apurar conduta de policiais civis em Palmital
Homem que fugiu da abordagem da polícia foi baleado e corre risco de morrer (Foto: Divulgação)

A assessoria de imprensa da Polícia Civil emitiu uma nota oficial na tarde desta sexta-feira (26) informando que a Corregedoria Geral da instituição vai instaurar um inquérito para apurar a conduta de dois policiais civis da delegacia de Pitanga. Na tarde de quinta-feira (25), os agentes tentaram abordar um veículo suspeito de participação no assalto ao banco de Palmital e atiraram contra o motorista. O homem era inocente e agora está internado em estado grave, com risco de morrer.

De acordo com o comunicado, a equipe de Pitanga encontrou uma caminhonete com as mesmas características do veículo usado pelos bandidos. Eles tentaram abordar o motorista, que desceu do carro e fugiu. “Ao ser feita a abordagem e ser dada ordem de parada, o homem desceu do carro e correu, momento em que os policiais efetuaram um disparo de alerta que acabou atingindo a vítima”, diz o comunicado.

Jaciel levou um tiro no abdômen e está internado em estado grave em Guarapuava (Foto: Divulgação / Facebook)

Informações extraoficiais indicam que o motorista, identificado como Jaciel de Campos, pensou que os policiais fossem os bandidos que efetuaram o assalto ao banco em Palmital e por isso tentou fugir. O tiro atingiu o abdômen da vítima, que foi levada pelos próprios policiais até um hospital de Pitanga e, posteriormente, transferido para Guarapuava.

“Todos os procedimentos legais foram feitos em seguida. Um inquérito policial foi instaurado pela 14ª Subdivisão Policial de Guarapuava para apurar a lesão corporal e a responsabilidade dos policiais. Um procedimento interno também será aberto pela Corregedoria Geral da Polícia Civil para apurar eventual transgressão disciplinar” completa o comunicado.

Até o fim da tarde desta sexta-feira, nenhum suspeito do assalto em Palmital havia sido preso. O caso segue sendo investigado.