22°
Máx
16°
Min

Crime que aconteceu em frente a UFPR pode ter relação com acerto de contas e tráfico de drogas

O homem que morreu ao ser atingido por cerca de 15 tiros na madrugada desta quinta – feira (18) é Samuel Sandraque Sanches, de 34 anos. Ele foi assassinado em frente ao filho, de apenas 13 anos, na Rua General Carneiro, no Centro de Curitiba.

O repórter Daniel Santos, da Rede Massa, conseguiu com exclusividade imagens de câmeras de segurança, que mostram Samuel estacionando em frente à Reitoria da Universidade Federal do Paraná às 22h17, e saindo de sua caminhonete com seu filho, em direção à um bar cerca de uma quadra dali.

Menos de uma hora depois, três homens armados chegam em um carro HB20 branco roubado. Eles foram até Samuel e começaram os disparos. A vítima tentou fugir, mas acabou caindo quando estava próximo ao seu carro, e foi alvejado com tiros em diversas partes do corpo. Samuel tinha passagens pela polícia e a suspeita é de que o crime foi acerto de contas e relacionado ao tráfico de drogas.

Seu filho levou um tiro de raspão na perna, e assistiu toda a ação, sendo o primeiro a chegar ao pai. Os tiros atingiram também a Casa da Estudante Universitária e outros carros estacionados na rua. Os suspeitos fugiram pela Rua Amintas de Barros.

Colaboração Daniela Borsuk