21°
Máx
17°
Min

Crise aumenta a procura por ônibus no feriado de carnaval

Na sexta-feira, a previsão é que saiam da rodoviária da capital paranaense 790 coletivos, com  26 mil passageiros (Foto: Divulgação / Prefeitura de Curitiba) - Crise aumenta a procura por ônibus no feriado de carnaval
Na sexta-feira, a previsão é que saiam da rodoviária da capital paranaense 790 coletivos, com 26 mil passageiros (Foto: Divulgação / Prefeitura de Curitiba)

O primeiro feriadão de 2016 promete movimentar as rodoviárias do Paraná . A estimativa é de que pelo menos 54 mil pessoas deixem Curitiba pela rodoviária no feriado de Carnaval. “Esperamos um grande movimento principalmente na sexta-feira (5), por conta disso, as empresas de ônibus já se organizaram e colocaram carros extras em horários alternativos”, informou Felipe Gulin, presidente da Federação de Empresas de Transporte de Passageiros do Paraná e de Santa Catarina, a Fepasc.

Na sexta-feira, a previsão é que saiam da rodoviária da capital paranaense 790 coletivos, com aproximadamente 26 mil passageiros. Já para o sábado esse número diminui, mas ainda continua expressivo, cerca de 18,5 mil pessoas devem embarcar no primeiro dia de carnaval, e no domingo, a estimativa é de que 9 mil passageiros devam sair da capital de ônibus.

Ao todo 1.730 ônibus vão sair da rodoviária rumo a destinos variados neste carnaval. As praias são a atração principal, já que o litoral é o destino da maioria dos viajantes que querem aproveitar a folia. Em primeiro lugar estão as praias paranaenses, que são o destino de 40% dos viajantes. Em segundo lugar vem o litoral de Santa Catarina, com 25% da preferência. Mas também existem aqueles que preferem o sossego das cidades pequenas, 17% do público total deve seguir ao interior do estado e 12% para São Paulo e região.

As praias paranaenses são o destino de 40% dos viajantes que irão sair da rodoviária de Curitiba no feriado de carnaval.

O presidente da Fepasc acredita que diante da necessidade de economizar, o brasileiro volta a incluir o ônibus em seus planos de viagem. “Com o orçamento apertado, a rodoviária ganha espaço, principalmente, para quem viaja com frequência. Esse crescimento já é sentido pelo setor desde o segundo semestre de 2015, mas é diante de grandes feriados que a população sente esse aumento na procura pelo ônibus”, comenta Gulin.