24°
Máx
17°
Min

Curitiba registra menos 120 homicídios em 2015

Em 2015, 449 pessoas foram vítimas de homicídio em Curitiba (Foto: Divulgação/Sesp) - Curitiba registra menos 120 homicídios em 2015
Em 2015, 449 pessoas foram vítimas de homicídio em Curitiba (Foto: Divulgação/Sesp)

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) divulgou nesta quarta-feira (17) o balanço de mortes violentas registradas no Paraná em 2015. Os dados apontam para maior redução na quantidade, conforme a Sesp, nos últimos sete anos. Ao todo, no Estado, em 2015 foram 2.416 mortes em decorrência de homicídios, sendo que em 2014 foram 2.515.

Em Curitiba foram atendidos 449 crimes de morte por homicídios, mais 31 latrocínios (Roubo seguido de morte) e 8 mortes em decorrência de agressão.

Levando em conta apenas os homicídios, sem acrescentar os latrocínios e mortes em decorrência de lesão corporal, em 2015 ocorreram 120 mortes a menos do que em 2014, que teve um total de 569 homicídios. Os anos com os maiores índices foram 2010 com 750; 2011 com 685 e 2012 com 597 homicídios cada.

Na Região Metropolitana de Curitiba, São José dos Pinhais é a cidade com maior índice de mortes, sendo 116 homicídios e 6 latrocínios. Na sequência em relação a quantidade vem Colombo com 86 homicídios, 2 latrocínios, 1 morte por lesão corporal; Almirante Tamandaré com 70 homicídios e 1 latrocínio; Araucária com 65 homicídios; Piraquara com 64 homicídios, 1 latrocínio e 1 morte por lesão corporal; Campo Largo com 59 homicídios; Fazenda Rio Grande com 53 homicídios, 1 latrocínio e 1 morte por lesão corporal; Pinhais com 41 homicídios e 1 latrocínio; Campina Grande do Sul com 24 homicídios.

Bairros de Curitiba

Avaliando a quantidade de crimes por bairros, o ‘primeiro do ranking’ é a Cidade Industrial de Curitiba onde foram registrados 51 homicídios, 2 latrocínios e uma morte em decorrência de lesão corporal. Pela ordem, vem Cajuru com 35 homicídios, dois latrocínios e uma morte por lesão. Sítio Cercado com 32 homicídios e 2 latrocínios; Tatuquara com 26 homicídios e 2 latrocínios; Xaxim com 21 homicídios e Alto Boqueirão com 16 homicídios e um latrocínio.

No Centro da cidade, a quantidade de homicídios é um pouco menor, somando 12 no total, porém, é a localidade com maior número de latrocínios, 4 no total.

Na contramão de toda a violência, vem os bairros Bom Retiro; Capão da Imbuia; Centro Cívico; Hugo Lange; Jardim Social; Juvevê; Lamenha Pequena; Mossunguê; Vista Alegre; Seminário e São Lourenço, onde nenhuma morte violenta foi registrada.

Litoral

No Litoral, Paranaguá é a cidade que registra o maior número de crimes, sendo 43 homicídios e uma morte em decorrência de lesão corporal. Na sequência vem Guaratuba com 21 homicídios e Matinhos com 20 homicídios e 1 latrocínio. Pontal do Paraná registrou 10 homicídios e duas mortes por lesão corporal.

Colaboração Sesp