28°
Máx
17°
Min

Curso auxilia profissionais que trabalham em bibliotecas

(Foto: Divulgação) - Curso auxilia profissionais que trabalham em bibliotecas
(Foto: Divulgação)

Nos dias 5, 6 e 7 de dezembro, Pato Branco receberá o projeto "De Caso com a Palavra: segunda edição", idealizado e ministrado pela escritora Cléo Busatto, mestre em teoria literária pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O curso, que está contemplando 18 cidades do Paraná, será ofertado gratuitamente, sendo direcionado a atendentes de bibliotecas, bibliotecários e mediadores de leitura, assim como a profissionais que trabalham com contação de histórias.

Estão sendo disponibilizadas sessenta vagas, para profissionais que atuam em bibliotecas públicas, em instituições de ensino e entidades em geral. Serão duas oficinas: “Formação de mediadores”, voltada à leitura literária, promoção e formação de mediadores; e “Leitura e literatura”, com o tema “Os efeitos e afetos da literatura na nossa vida”.

Para a diretora do Departamento Municipal de Cultura de Pato Branco, Eliane Gauze, a iniciativa é uma ótima oportunidade de aprimoramento para profissionais de Pato Branco e região Sudoeste. “Esta é a segunda edição deste projeto que já pode ser considerado uma referência no Paraná, no que refere-se à formação de bibliotecários, assim como para aqueles professores e educadores que utilizam a contação de histórias nas suas práticas de sala de aula”, destaca.

As oficinas serão realizadas na Biblioteca Municipal Professora Helena Braun, junto ao Teatro Naura Rigon. No dia 05 de dezembro, as atividades ocorrerão a partir das 14h. Nos dias 06 e 07 de dezembro, das 08h30 às 12h30 e das 14h às 18h. As inscrições devem ser feitas pelo site da escritora.

O projeto “De Caso com a Palavra: segunda edição" iniciou em outubro de 2016 e conta com patrocínio da Copel, apoio do Plano do Livro, Leitura e Literatura do Paraná e da Biblioteca Pública do Paraná, com incentivo do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura do Paraná (PROFICE) e do Governo do Paraná, através da secretaria Estadual da Cultura. No total, a iniciativa contemplará 18 cidades paranaenses, em cronograma previsto para seguir até agosto de 2017.

Colaboração Assessoria de Imprensa.