22°
Máx
14°
Min

Defasagem de agentes penitenciários em Londrina chega a 30%

(foto: AEN/Arquivo) - Defasagem de agentes penitenciários em Londrina chega a 30%
(foto: AEN/Arquivo)

O grupo auxiliar de recursos humanos do Departamento de Execução Penal (Depen) publicou, no Diário Oficial do Estado do Paraná desta quarta-feira (11) uma série de remanejamento de servidores nas unidades penitenciárias de Londrina.

Segundo as portarias publicadas, a defasagem de agentes penitenciários do sexo masculino no Centro de Reintegração Social de Londrina (Creslon) está em 30,77%, o que justificaria a transferência de agentes de outras unidades. Na Casa de Custódia de Londrina (PEL I), a defasagem de agentes é de 22,97%, enquanto na Penitenciária Estadual de Londrina (PEL II) chega a 10,24%.

Na semana passada, o Depen enviou para Londrina uma equipe de intervenção para atuar nas três unidades penais de regime fechado. Ao final dos trabalhos, foi substituído o diretor da PEL II, anunciada a reconstrução da penitenciária destruída por uma rebelião em outubro do ano passado, além da criação de mais mil vagas para abrigar presos na Casa de Custódia e em uma nova penitenciária a ser construída na cidade.