24°
Máx
17°
Min

Defesa Civil amplia monitoramento em áreas de risco

Diante das chuvas que caem na região e já provocaram até mesmo um deslizamento de terra em plena área central de Ponta Grossa, a Defesa Civil do município intensificou o monitoramento em áreas de risco na cidade. São pelo menos 11 bairros onde os moradores têm mais problemas, pois as casas foram construídas em áreas próximas a córregos e arroios. Além disso, há muitos barrancos que correm o risco de desabar com o aumento das chuvas.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Ponta Grossa, Edson Witek, há mais chances de problemas acontecem na Vila Vilela, Margarida, Cipa, Pina, Hilgemberg, Cristina, DER e Mariana, além dos bairros de Olarias e Ronda. O monitoramento nessas áreas é ainda maior em períodos de chuva forte.

Defesa Civil amplia monitoramento em áreas de risco

Na Vila Vilela e na Vila Margarida, há o maior número de residência com situações de risco. Os moradores dessas regiões foram beneficiados recentemente com a carta da Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar) para receberem as chaves das casas nos conjuntos Andorinhas e Costa Rica III.

Em caso de problemas, os moradores dessas áreas podem entrar em contato com a Guarda Municipal pelo telefone 153 ou pelo 0800 643 2626, que irá avaliar a situação e acionar a Defesa Civil quando for necessário.