22°
Máx
14°
Min

Deficiente mental é encontrado acorrentado e abandonado no Jupira

Deficiente mental é encontrado acorrentado no Jupira

Um homem de 35 anos, com deficiência mental, foi encontrado abandonado e acorrentado, na manhã de hoje (21), em Foz do Iguaçu. Foi uma denúncia que levou os militares da PM ao endereço, na rua Raul Pompéia, no Jardim Jupira.

Em uma casa bastante humilde, segundo a PM, o homem estava acorrentado a uma cama. Ainda segundo a assessoria de imprensa da Polícia Militar, a vítima dava poucos detalhes sobre quem teria a deixado no local.

Vizinhos contaram aos policiais que uma mulher, supostamente parente do homem, é quem o alimentava. Equipes da Assistência Social da prefeitura foram acionadas pela PM e acompanham o caso.

O homem foi levado ao Hospital Municipal onde passa por avaliação. A Polícia Civil ainda não confirmou se o caso já foi registrado na Delegacia de Foz do Iguaçu.

Versão de vizinhos

Em conversa com a equipe da Rede Massa, os vizinhos relataram que o homem precisava ficar amarrado por conta da agressividade. Ele faz uso de remédios controlados e teria quebrado os vidros da casa. A atitude de amarrá-lo era da família e já vinha de anos. Uma ex-cunhada era quem cuidava do homem há um mês, já que a mãe dele sofreu um AVC. Ainda conforme os vizinhos, embora ficasse acorrentado, o homem não era maltratado.

Colaboração: Roberta Campos e Márcio Neves / Rede Massa