28°
Máx
17°
Min

Delegada diz que caso de costureira é prioridade para a polícia

Costureira Marli da Silva Frizanco está desaparecida há dois meses e não há informações sobre seu paradeiro (Foto: Divulgação) - Delegada diz que caso de costureira é prioridade para a polícia
Costureira Marli da Silva Frizanco está desaparecida há dois meses e não há informações sobre seu paradeiro (Foto: Divulgação)

A delegada Emanuelle Carolina Baggio, que responde pela Delegacia da Mulher em Francisco Beltrão e está comandando as investigações sobre o caso da costureira Marli da Silva Frizanco, desparecida há dois meses, divulgou uma nota na tarde desta segunda-feira (29).

“Em relação à investigação atinente ao 'desaparecimento' da Sra. Marli da Silva Frizanco, a Polícia Civil do Paraná, por meio da 19ª SDP de Francisco Beltrão, esclarece que assim que a ocorrência foi registrada, instaurou-se de imediato o correspondente Inquérito Policial, dando início a todas as diligências cabíveis. Inclusive, na mesma data, deu-se início a oitiva de familiares e pessoas com quem Marli manteve contato logo antes de 'desaparecer', bem ainda a realização de perícias técnicas pertinentes ao caso.

Inúmeras diligências foram e vêm sendo realizadas a exaustão, de modo que todas as informações recebidas foram e continuam sendo averiguadas, mas infelizmente – até o presente momento – não se obteve evidências concretas sobre o 'paradeiro' de Marli.

A investigação tramita com absoluta prioridade e todos os Policiais Civis que trabalham neste caso estão tão angustiados quanto os familiares, somos solidários à família, sabemos o sofrimento pelo qual estão a passar, e justamente por isso que todos os esforços continuarão a ser envidados diuturnamente para o seu esclarecimento o quão antes possível.

Apesar do procedimento tramitar em sigilo, nenhuma linha de investigação foi descartada, tanto que todas as informações que chegam ao conhecimento dos Investigadores estão sendo checadas.

As investigações prosseguem, reafirmo, com absoluta prioridade, e todos os esforços continuarão a ser dispensados a este caso, o objetivo é um só: "a sua resolução o quão antes possível".

Por fim, a Polícia Civil reitera o apelo à população de bem no sentido de que se alguém tiver qualquer informação que possa ajudar na elucidação deste caso, conclamamos que entrem em contato por meio do Disk Denúncia 197, informação que poderá inclusive ser repassada de forma anônima”.

Em nome de todos os Policiais Civis que estão a trabalhar na investigação, com meus respeitos".

Colaboração PP News FB.