22°
Máx
16°
Min

Delegado identifica proprietário da arma que supostamente estava em posse da vítima; dono mora em Joinville

(Foto: Ricardo Vilches/Rede Massa) - Polícia identifica dono do revólver que supostamente estava com vítima
(Foto: Ricardo Vilches/Rede Massa)

O delegado Messias da Rosa, responsável pela Delegacia da Polícia Civil de Campina Grande do Sul, revelou à reportagem do Massa News, que a sequência das investigações da morte de Gilson da Costa de Camargo, de 28 anos, levou a polícia até o proprietário do revólver de calibre 38, que supostamente estaria em posse da vítima no momento do crime. “A arma foi entregue pela Polícia Militar, sendo que em depoimento o policial suspeito de efetuar os disparos, disse que estava em posse da vítima”, comentou. “O dono da arma é morador de Joinville, e agora vamos ouvi-lo para entender como, quando e em que circunstâncias esta arma chegou à Curitiba”.

O delegado também afirmou que ouviu as testemunhas do caso e que juntou ao inquérito, as imagens do local do crime. “As imagens foram cedidas por pessoas que estavam no campo no momento do fato”, disse. “Caminhamos para a elucidação do crime”, complementa.

Sobre a possibilidade de pedir a prisão preventiva do suspeito, o delegado foi enfático. “Não pedi ainda, ouvimos as testemunhas, juntamos as provas e agora vamos avaliar a necessidade de solicitar a prisão preventiva”, afirma.