22°
Máx
16°
Min

Denúncia leva polícia até acusado de tráfico de animais

Denúncia leva polícia até acusado de tráfico de animais

Uma denúncia anônima levou policiais da Delegacia de Proteção de Meio Ambiente (DPMA) até uma residência na área rural de Itaperuçu, onde foram localizados engaiolados mais de 100 pássaros silvestres. Na casa, um homem identificado como Simão Gomes de Castro, de 35 anos, foi preso em flagrante. Ele confessou a autoria do crime, mas negou revender os animais para outros estados brasileiros.

Ele também mantinha na casa seis espingardas, sendo duas espingardas de pressão, duas de pressão com adulteração para calibre 22, duas cartucheiras, sendo uma com a numeração raspada, além de 300 munições calibre 22, 18 calibre 38, 3 calibre 28, e uma calibre 32.

Segundo a polícia, foram três meses de investigação, que apontaram ainda que o suspeito pode integrar uma quadrilha de tráfico de animais que age em todo o País. Castro foi autiado em flagrante e responderá pelos crimes de caça e venda de animais silvestres, maus-tratos a animais, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, porte de arma de fogo de uso permitido, e porte ilegal de munição de uso permitido, se condenado poderá pegar até 16 anos de reclusão.

Entre os pássaros, estão Tiriva, Azulão, Azulico, Canário, Pintassilgo, Pássaro Preto, Trica Ferro. Os animais foram entregues ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), em Tijucas do Sul.

Colaboração PCPR