20°
Máx
14°
Min

Depen muda diretor e libera R$ 2,7 milhões para PEL II

(foto: Amauri José/Rede Massa) - Depen muda diretor e libera R$ 2,7 milhões para PEL II
(foto: Amauri José/Rede Massa)


O diretor do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), Luiz Alberto Cartaxo, anunciou nesta quinta-feira (5) a reconstrução da Penitenciária Estadual de Londrina (PEL II), destruída em uma rebelião que durou 24 horas no dia 6 de outubro de 2015.

Também foi confirmada a troca da direção da penitenciária. Luiz Pinza dá lugar a Reginaldo Peixoto, que comandava o Centro de Reintegração Social de Londrina (Creslon) desde 2012. Segundo Cartaxo, a troca já estava programada pelo Depen e faz parte de um “processo natural”.

Sobre a reconstrução da PEL II, Cartaxo afirmou que a licitação para escolha da empresa responsável deve ser concluída em dois meses. A reforma dará um fôlego de mais 400 vagas à unidade.

Enquanto isso, algumas medidas serão antecipadas, como a volta do banho de sol por um período de seis horas (das 9h às 15h), a reconstrução dos parlatórios para auxiliar os advogados durante as visitas, e ampliação de duas para três visitas em um prazo de 60 dias.

O diretor do Depen também prometeu melhorar a assistência médica no ambiente prisional, queixa constante dos presos e familiares. No final de março, um preso de 20 anos morreu com tuberculose na unidade, enquanto outros seis estavam isolados com a doença. 

O Depen também estuda a construção de uma nova penitenciária na cidade, com 750 vagas, além da ampliação da Casa de Custódia de Londrina (CCL) com mais 300 vagas.

(colaborou Valdir Bezerra/Rede Massa)