22°
Máx
17°
Min

Depois de três anos, Restaurante Universitário será reaberto

(Foto: Divulgação/UEM) - Depois de três anos, Restaurante Universitário será reaberto
(Foto: Divulgação/UEM)

Depois de mais de três anos, o Restaurante Universitário (RU) da Universidade Estadual de Maringá (UEM), enfim, será reaberto. A capacidade foi ampliada de 650 para 800 lugares e a inauguração da obra acontecerá nesta terça-feira (29). Por enquanto, apenas o almoço será servido, com o retorno do jantar a partir do dia 11 de abril, quando começa o ano letivo acadêmico.

As obras do RU começaram em 2013 e deveriam ser entregues em setembro do mesmo ano. Porém, houve uma série de problemas, desde a falta de recursos até a denúncia de irregularidades no serviço, o que motivou o bloqueio judicial de um pagamento.

O Restaurante Universitário ganhou novas câmaras frias e outros equipamentos, além de cinco servidores a mais do que em 2013. O reitor Mauro Baesso já assinou a portaria que determina o preço das refeições.

Para alunos e servidores que recebem até três salários mínimos, o preço é de R$ 4. Para os servidores com salários maiores, o custo é de R$ 7, e R$ 15 para os demais usuários.


(Foto: Divulgação/UEM)

Protesto

A comunidade acadêmica teceu críticas aos novos preços do RU. Em 2013, estudantes pagavam R$ 1,60 e agora o preço saltou para R$ 4. Nesta segunda-feira (28), um grupo de aproximadamente dez alunos se reuniu e entregou um pedido à reitoria para diminuição do valor para R$ 2,10. 

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) sustenta que a inflação acumulada no período de fechamento do RU foi de 27%, o que não justifica o aumento de 150% decretado. Nesta terça-feira, os acadêmicos prometem um protesto na reinauguração.