23°
Máx
12°
Min

Desembargador curitibano é indicado para o STJ

O desembargador foi indicado pela presidente Dilma Roussef, nesta sexta-feira (26) (Foto: TRE-PR) - Desembargador curitibano é indicado para o STJ
O desembargador foi indicado pela presidente Dilma Roussef, nesta sexta-feira (26) (Foto: TRE-PR)

Um desembargador Curitibano foi indicado pela presidente Dilma Roussef para o cargo de ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Joel Ilan Paciornik atuava no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) e foi indicado para o cargo nesta sexta-feira (26), no Diário Oficial da União.

O desembargador deve ocupar o cargo do ministro Gilson Langaro Dipp, que está se aposentando. Antes disso, o magistrado vai ter que passar por uma sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal. Depois disso, terá o nome submetido à aprovação do plenário do Senado.

Joel Ilan foi escolhido pela presidente Dilma a partir de uma lista com outros dois nomes, elaborada pelo Pleno do STJ. Nesta sexta, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, desembargador Luiz Fernando Tomasi Keppen, parabenizou a conquista do desembargador, que atuou no TER-PR entre 2000 e 2002.

Perfil

Joel Ilan Paciornik se formou pela Faculdade de Direito de Curitiba, sua cidade natal. É mestre em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Em 1992, foi aprovado no concurso para juiz federal substituto da 4ª Região, que compreende a região Sul do Brasil, formada pelo Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

O desembargador exerceu a titularidade da 3ª Vara Federal Cível de Curitiba, foi diretor do Foro da Seção Judiciária do Paraná e juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Estado.

Em agosto de 2006, foi nomeado para o cargo de desembargador no TRF4. Atualmente, ele integrava a 1ª Turma do tribunal – especializada em matéria tributária e trabalhista. Ele também era o vice-diretor da Escola da Magistratura (Emagis).