28°
Máx
17°
Min

Destruída por granizo, Santa Mariana entra em estado de emergência

(Foto: Divulgação) - Destruída por granizo, Santa Mariana entra em estado de emergência
(Foto: Divulgação)

O governador Beto Richa homologou nesta quarta-feira (6) o decreto de situação de emergência do município de Santa Mariana, no Norte do Paraná. Em 23 de março, ventos de mais de 100 quilômetros por hora atingiram a cidade, danificando 717 casas, quatro escolas, três postos de saúde e outras três instalações públicas.

De acordo com a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, 2.898 pessoas foram afetadas pelo vendaval, das quais 301 ficaram desalojadas, 57 desabrigadas e duas ficaram feridas. Os prejuízos públicos são cerca de R$ 1,3 milhão e os prejuízos privados chegam a quase R$ 5 milhões, com a destruição de lavouras, indústrias e prédios comerciais.

Com a homologação do decreto de situação de emergência, a prefeitura pode buscar mais recursos do Governo do Estado, que já vem apoiando o município de forma emergencial por meio da Defesa Civil. Até agora, o órgão já entregou 93 bobinas de lona, com 400 metros quadrados cada uma, e 3.340 telhas. Foi aprovada, na terça-feira (5), a aquisição de mais 9 mil telhas.

Além disso, a Defesa Civil está ajudando o município a preencher a documentação para que o decreto de situação de emergência seja reconhecido também pelo governo federal. Com isso, a prefeitura pode ter acesso a recursos federais e os moradores de Santa Mariana podem utilizar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para arcar com os prejuízos do desastre.

(com Agência Estadual de Notícias)