21°
Máx
17°
Min

Detran alerta para golpe com carteiras de habilitação

(Foto: Divulgação Detran PR) - Detran alerta para golpe com carteiras de habilitação
(Foto: Divulgação Detran PR)

Quem está no processo para ter a primeira habilitação deve ficar atento a golpes cometidos por supostos facilitadores. O Detran alerta para a ação de estelionatários que anunciam a venda de documentos falsificados.

Os golpistas oferecem a venda da habilitação sem a necessidade da realização dos exames obrigatórios no processo. A vítima deve realizar pagamentos antecipadamente, mas não chega a receber o documento.

“O Detran investe continuamente em tecnologia e em segurança. Existe um rigoroso controle de verificação biométrica e de fotos para evitar qualquer tipo de fraude”, destaca o diretor-geral do Detran, Marcos Traad. “Além disso, não há inclusão desse candidato no sistema de habilitação. Nos casos em que ele recebe um documento falso, ele tem um papel sem validade alguma e ao ser parado em uma blitz, por exemplo, responderá criminalmente pela fraude”, diz.

Quem tenta comprar a CNH envia números de documentos e até impressões digitais, ficando, desta maneira sujeito a outros golpes. De acordo com o Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber), da Polícia Civil, oito em cada dez flagrantes de uso de CNHs falsas investigados pela internet são de golpistas que tentam obter financiamentos, aquisições imobiliárias ou compra de veículos, em nome de terceiros.

Além disso, o próprio usuário que solicita o documento falso comete um crime. “Ambas podem ser enquadradas nos crimes de falsidade ideológica e, ainda, associação criminosa. Além de ter que pagar multa, a pena é de dois a seis anos de reclusão”, alerta o delegado titular da Delegacia de Estelionato em Curitiba, Wallace de Oliveira Brito.

Denúncia

O Detran pede que a população denuncie este golpe e oferece diversos canais para que sejam enviadas as informações. Para fazer a denúncia, o cidadão não precisa se identificar, basta procurar pelos canais de atendimento e anexar as provas. Além disso, quando o condutor perde a CNH original é importante que ele registre um boletim de ocorrência para que a delegacia tenha conhecimento do extravio do documento”, explica Traad.

As denúncias podem ser feitas pela ouvidoria do Detran no site www.detran.pr.gov.br, no link “canais de atendimento”. Em Curitiba, também é possível fazer o relato diretamente ao Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber) da Polícia Civil, pelo e-mail cibercrimes@pc.pr.gov.br, na Delegacia de Estelionato, pelo e-mail dedec@pc.pr.gov.br ou pelo telefone 181.

Colaboração Agência de Notícias do Paraná