23°
Máx
12°
Min

Detran inaugura Junta Médica e Psicológica de Trânsito em Londrina

(foto: Detran/AEN) - Detran inaugura Junta Médica e Psicológica de Trânsito
(foto: Detran/AEN)

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) inaugurou nesta quinta-feira (5), em Londrina, mais uma unidade recursal da Junta Médica e Psicológica. Agora, os candidatos que não concordarem com os resultados dos exames de avaliação psicológica ou de aptidão física e mental, que integram o processo de habilitação, podem fazer nova avaliação na cidade, além de Curitiba, Sarandi e Cascavel. 

O atendimento recursal não tem custos aos usuários e pode ser solicitado em todas as unidades do Detran, facilitando o acesso principalmente para moradores da Região Norte. “Até o ano passado, os interessados só podiam fazer uma nova avaliação na sede do Detran em Curitiba. Nossa intenção é descentralizar o serviço e evitar que as pessoas precisem viajar”, explica o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

Com mais locais para recursos, o atendimento já está mais ágil. O tempo de espera pela análise dos recursos da avaliação psicológica passou de oito meses para 15 dias, uma queda de 93,5%. No caso dos exames médicos, o tempo era de 120 dias e caiu para entre 15 e 30 dias.

Para o presidente da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização de Londrina, Zeca Bruno de Oliveira, a Junta é importante para o processo de formação e qualificação de condutores. “O processo fica mais transparente, ágil e completo. É um trabalho que se soma aos investimentos em educação e que contribui para um trânsito mais seguro”, disse.

Prevista pela resolução 425 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a Junta Médica e Psicológica é composta por três médicos e três psicólogos especialistas em trânsito.

(com assessoria de imprensa)