22°
Máx
16°
Min

Dra Virgínia poderá ser julgada em 60 dias

(Foto: Rede Massa) - Dra Virgínia poderá ser julgada em 60 dias
(Foto: Rede Massa)

A audiência em que a médica Virgínia Helena Soares de Souza, acusada de abreviar a morte de pacientes internados na UTI do Hospital Evangélico, em Curitiba, terminou na madrugada desta sexta-feira (16). Além dela, outros acusados foram ouvidos na 2ª Vara do Tribunal do Júri de Curitiba.

O advogado de defesa da médica, Elias Mattar Assad, informou que o Ministério Público e a defesa têm o prazo de 20 dias cada para apresentar as alegações finais do caso. “Assim, o processo estará em condições de ser julgado nos próximos sessenta dias”, explicou Assad.