26°
Máx
19°
Min

Dupla é detida entrando no Brasil com baterias usadas

Dupla é detida entrando no Brasil com baterias usadas

Policiais Federais do Grupo de Polícia Fazendária da PF (GFAZ) atuavam nas proximidades da Ponte Internacional da Amizade, na manhã de sábado (02), quando abordaram uma van com placas paraguaias carregada com várias baterias usadas, entrando no Brasil.

Ao ser perguntado para onde levaria a carga, o motorista informou que entregaria em uma loja no Jupira. Os Policiais orientaram o motorista a seguir para o local da entrega e acompanharam a van. No Local, a dona da loja reconheceu que iria comprar as baterias usadas, pagando em torno de R$ 0,50 reais cada peça.

A proprietária informou ainda que vende para as empresas recicladoras na base de R$ 2,00 por bateria.

O motorista e a proprietária da Loja foram presas em flagrante e encaminhados à Delegacia da Policia Federal em Foz, devendo ser enquadrados nos termos da Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, Lei dos crimes ambientais.

As baterias automotivas chumbos-ácidos são compostas por anodo e catodo de chumbo esponjoso; o eletrólito é composto por 35 % de ácido sulfúrico e 65 % de água destilada, o contêiner geralmente é de plástico (polipropileno e/ou polietileno), tendo formato cilíndrico ou tetragonal, por isso o tratamento de reciclagem e a compra de carcaças são normatizadas através das Resoluções n° 401, de 4 de novembro de 2008 e nº 452, de 02 de julho de 2012 do Conselho Nacional do Meio Ambiente-CONAMA, sendo vetada a importação de baterias usadas.

Colaboração: Assessoria PF