24°
Máx
17°
Min

Dupla é presa em fábrica de placas clandestinas

(Foto: Jeferson Weiss/Rede Massa) - Dupla é presa em fábrica de placas clandestinas
(Foto: Jeferson Weiss/Rede Massa)

Uma fábrica de placas clandestinas, localizada no bairro Sítio Cercado, em Curitiba, foi fechada pela polícia na manhã desta quarta-feira (24). No local foram encontrados equipamentos para a fabricação de placas e tarjetas, ferramentas utilizadas para adulterar vidros, selos e chassis de veículos roubados.

A movimentação constante de carros em uma casa na Vila São Pedro, no Xaxim, chamou a atenção da polícia durante as investigações. O que confirmou as suspeitas da ação da quadrilha foi um HB20 branco que ficou estacionado em frente ao local. O veículo era clonado e o proprietário é do município de Campo Erê, em Santa Catarina.

Um homem de 42 anos de idade foi preso no momento em que recolheu o veículo para a residência. No local estava ainda um Gol verde que também foi clonado. O suspeito levou a polícia até outro rapaz de 26 anos, que estava na Vila Sandra, na Cidade Industrial de Curitiba, com outros dois veículos irregulares, um Uno e um Voyage, ambos brancos.

“A equipe se deslocou até a fábrica, no bairro Sítio Cercado, onde foram apreendidos os demais equipamentos para a fabricação de placas e tarjetas, além das ferramentas utilizadas para adulterar vidros, selos e chassis de veículos roubados e cerca de 500 latas que após confeccionadas colocariam mais de 250 veículos irregulares em circulação”, comentou o delegado-titular da especializada, Wagner Holtz.

O homem preso no Xaxim é suspeito de receptar e adulterar aproximadamente 20 veículos por mês, que eram vendidos para diversas finalidades. A dupla responderá por receptação e adulteração de sinal de veículo automotor.

(Foto: Jeferson Weiss/Rede Massa)(Foto: Jeferson Weiss/Rede Massa) 

Colaboração Polícia Civil do Paraná