21°
Máx
17°
Min

Homem que assaltou joalheria no Shopping Mueller era foragido da Polícia há quase um ano

O homem que assaltou uma joalheria e atirou contra um segurança dentro do Shopping Mueller, em Curitiba, é foragido do 11º Distrito Policial, que fica na Cidade Industrial. De acordo com a Polícia Civil, ele tinha fugido em abril de 2015 e até então não tinha sido recapturado. Ele foi preso ontem (11) por uma equipe da Guarda Municipal, nos arredores do Shopping, logo após o roubo.

Segundo o delegado Rodrigo Brown, do Centro de Operações Policiais Especiais da Polícia Civil, o assaltante já era bem conhecido e possui uma ficha extensa de crimes cometidos em Curitiba. O delegado do Cope ressaltou que a tentativa de assalto à joalheria do Shopping foi uma ação ousada e arriscada. “Extrema ousadia ou até mesmo uma ação impensada. Possivelmente, ele estava sob efeitos de drogas quando realizou o assalto”, ressaltou Brown.


O suspeito negou ter realizado o assalto no Shopping Mueller (Foto: Polícia Civil)

Ainda de acordo com o delegado, o homem resistiu à prisão feita pelos guardas municipais. Segundo ele, o suspeito tentou sacar a arma para impedir a ação dos guardas, mas foi detido. Desde que foi preso, ele nega a participação no assalto. Segundo Brown, no entanto, a confissão é a prova mais dispensável para comprovar a participação do suspeito no crime. “O conjunto de todos os fatos, das imagens, dos relatos das testemunhas, da posse da arma deixam claro que ele é o autor do roubo”, afirmou o delegado.

As investigações continuam para tentar identificar um segundo suspeito envolvido no assalto, que teria fugido com os bens roubados da Joalheria, entre eles relógios e correntes de ouro, que ainda não foram recuperados. A princípio, segundo a Polícia Civil, foram roubados 20 relógios e cerca de 100 gramas de ouro.