28°
Máx
17°
Min

Em adesão à greve nacional, professores se mobilizam

Em adesão à greve nacional, professores se mobilizam

Os professores da rede estadual de Maringá aderiram à greve nacional dos servidores da educação nesta quinta-feira (17). As aulas foram suspensas para uma caminhada da Praça Raposo Tavares até o Núcleo Regional de Ensino. Perto das 10h, alunos e trabalhadores se reuniam para a mobilização.

O diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (APP), Luiz Carlos dos Santos, destacou que o protesto hoje ocorre em todo o Brasil.

“A pauta hoje é nacional pela garantia do piso, contra a privatização e militarização das escolas. Temos também as pautas locais pelo pagamento de benefícios em atraso e melhoria no regime de contratação por meio do Processo Seletivo Simplificado (PSS)”, explicou.

Em Curitiba, caravanas de todo o estado também fazem uma manifestação. Representantes da APP tem uma reunião marcada com o governo do Estado após o ato. Já na sexta-feira (19), a categoria discute novas formas de mobilização.

No dia 29 de abril, os servidores da educação vão paralisar as atividades por mais um dia, desta vez em memória ao Massacre do Centro Cívico ocorrido no ano passado, quando trabalhadores foram reprimidos pela Polícia Militar, com mais de 200 feridos.