22°
Máx
16°
Min

Em assembleia, professores recusam reajuste salarial em Londrina

(foto: Cesar Brustolin/ SMCS) - Em assembleia, professores recusam reajuste salarial em Londrina
(foto: Cesar Brustolin/ SMCS)

Em assembleia realizada na manhã deste sábado, professores e profissionais de escolas particulares recusaram a proposta de reajuste salarial de 7,5% encaminhada pelo sindicato patronal da categoria.

Os professores querem reajuste de 12%, pouco acima da inflação registrada no período.

Durante a assembleia, foram aprovadas mobilizações em frente a escolas e faculdades a partir da próxima semana. Caso as negociações entre o Sinpro e o Sinepe não avancem, uma próxima assembleia pode caminhar para aprovação de indicativo de greve.