22°
Máx
14°
Min

Em clínica psiquiátrica, estudante de Direito é preso acusado de esfaquear mulher em Maringá

Acusado teve a prisão preventiva decretada (Foto: Polícia Civil) - Em clínica psiquiátrica, estudante é preso acusado de esfaquear mulher
Acusado teve a prisão preventiva decretada (Foto: Polícia Civil)

A 3ª Vara Criminal de Maringá decretou a prisão preventiva do estudante de Direito Rodrigo Vilela da Silveira Lopes, 22 anos, acusado de esfaquear a personal trainer Patrícia Kun, 41 anos, crime registrado no último domingo (28). A Polícia Civil cumpriu o mandado nessa quinta-feira (1º).

Lopes foi encontrado em uma clínica psiquiátrica, onde passava supostamente por tratamento. Esta semana, o rapaz confessou o crime, mas alegou que não se lembra de ter esfaqueado a mulher, pois estaria sob efeito de drogas.

Como levou o celular da vítima, foi indiciado por tentativa de latrocínio. Sua família alega que ele sofre de problemas psiquiátricos, mas a polícia ainda pedirá laudos oficiais para saber se o diagnóstico é real.

O crime

No último domingo, na Rua Pioneiro Doutor Arion Ribeiro Campo, houve um blecaute na casa da vítima. Ele foi até a rua para consultar o relógio de energia e Rodrigo Vilela da Silva Lopes inicialmente a teria ajudado.

Porém, depois esfaqueou a mulher e fugiu com o celular dela. Apesar dos ferimentos e do susto, a vítima passa bem.

Colaboração Índio Maringá da Rede Massa