22°
Máx
17°
Min

Em Curitiba, Dia da Mulher é marcado por serviços e ações

Em Curitiba, Dia da Mulher é marcado por serviços e ações

Mais de 40 ações e serviços voltados à saúde, autoestima e cidadania da mulher foram oferecidos, nesta terça-feira (8), em Curitiba, para comemorar o Dia Internacional da Mulher. Organizado pelo Instituto Humanista de Desenvolvimento Social (Humsol), o evento contou com o apoio do Governo do Estado e de diversas entidades parceiras. A vice-governadora Cida Borghetti visitou os espaços e acompanhou de perto as ações no fim da manhã desta terça. 

Mulheres de todas as idades fizeram filas ao longo do dia para medir a pressão arterial, fazer testes de glicemia, receber orientações jurídicas e atenção psicossocial, informações sobre primeiros socorros. Além disso, havia espaços com dicas de saúde, entrega de livros e de entretenimento. 

O Governo do Paraná participou com ações das secretarias da Saúde, Trabalho e Desenvolvimento Social, Segurança Pública e também da Polícia Militar. Cida Borghetti afirmou que a comemoração do dia merece uma reflexão sobre a necessidade de ampliar o combate à violência contra as mulheres. 

“Estamos levantando a bandeira de combate à violência contra a mulher, que ainda é uma marca muito pesada na nossa sociedade. O Paraná abraça essa causa. É preciso que as vítimas de agressão tenham a consciência de que a única maneira de proteger a sua família, salvar a sua própria vida e educar os seus filhos para o futuro é denunciando o agressor”. 

Rádios

Cida Borghetti destacou que no início do mês o Governo do Estado articulou, junto com a Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (Aerp), a ONG Mais Marias e outras organizações, a campanha de combate à violência contra as mulheres, intitulada “Chega de Violência”, em que as emissoras de rádio de todo o estado transmitirão boletins, entrevistas e informativos sobre o tema todas as semanas. "A conscientização e a informação são armas decisivas", afirmou a vice-governadora.
De acordo com a presidente do Humsol, Tânia Gomez, a mobilização atraiu famílias de Curitiba e da Região Metropolitana e conseguiu conscientizar sobre os direitos das mulheres e ainda homenagear as mulheres. “É um momento de comemoração, vitória e de que nós mulheres podemos nos considerar pessoas extremamente poderosas”.

Atendimentos

Na tenda da saúde, uma das mais procuradas, a equipe da saúde prestava os atendimentos e orientações necessárias. De acordo com o mastologista, o médico Vinícius Budel, as informações são essenciais para prevenir doenças e aumentar a qualidade de vida das mulheres. “Fornecemos informações e orientações sobre contracepção, gravidez, amamentação, teste papanicolau, mamografia, exercícios físicos e dieta adequada”. 

Um ônibus com serviço social, de psicologia e orientação jurídica foi disponibilizado pela Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social. Segundo a coordenadora de Políticas para as Mulheres, Teresinha Ramos, o veículo proporciona um atendimento descentralizado. 

“A equipe multidisciplinar do Centro de Referência de Atendimento à Mulher de Curitiba e Região Metropolitana. Oferece orientação em qualquer área familiar, com base no enfrentamento de violência contra a mulher. É um convenio da União com o Estado do Paraná”. O serviço itinerante também percorre a zona rural do estado. 

A estudante Juliana Keli Antunes, de 18 anos, disse que o evento foi uma oportunidade de refazer alguns exames que estavam pendentes. "Consultas devem ser feitas todos os anos e eu tive a chance de fazer aqui no evento”, disse. 

A dona de casa Franciele Oliveira, de 31 anos, além de medir a pressão arterial também participou de outras oficinas. “Muito bom o espaço. Uma maneira de demonstrar neste dia o respeito e a dedicação às mulheres”, afirmou.


Colaboração Agência de Notícias do Paraná