21°
Máx
17°
Min

Em estado vegetativo, jovem baleada na cabeça pelo irmão deixa o hospital em Umuarama

Filha de Thaysa viveu apenas três dias (Foto: Divulgação) - Em estado vegetativo, jovem baleada pelo irmão deixa o hospital
Filha de Thaysa viveu apenas três dias (Foto: Divulgação)

Depois de ficar internada por cerca de dois dois meses no Hospital Norospar, em Umuarama, Thaysa Villas Boas, 22 anos, recebeu alta na manhã desta sexta-feira (9). Baleada na cabeça pelo próprio irmão no dia 11 de julho, ela perdeu o bebê e ficou em estado vegetativo.

Segundo informou o Hospital Norospar, o estado de saúde da jovem é estável. Ela respira sem aparelhos, perdeu os movimentos voluntários do corpo, não fala ou tem consciência do que acontece ao seu redor e se alimenta por meio de uma sonda.

O crime chocou a pequena cidade de Tapejara, no noroeste do Paraná. Após brigar com o namorado, Thaysa foi passar alguns dias na casa do irmão Danillo Villas Boas e recebeu um tiro na cabeça momentos antes de sair para uma consulta pré-natal.

Inicialmente, a suspeita do crime recaiu sobre o ex-companheiro da jovem, mas depois a Polícia Civil chegou até Danillo, que assumiu ser o atirador, alegou que estava sob efeito de drogas e teria confundido a irmã com outra pessoa.

Thaysa estava grávida de sete meses quando sofreu a tentativa de homicídio e precisou de uma cesárea de emergência. Porém, a bebê Lívia morreu após três dias.