22°
Máx
17°
Min

Em greve, Polícia Civil trabalha com apenas 30% de pessoal

Em greve, Polícia Civil trabalha com apenas 30% de pessoal

Policiais civis cruzam os braços a partir desta segunda-feira (17) em todo o Estado. A paralisação afeta vários serviços, visto que apenas 30% do efetivo atua nas delegacias.

Segundo o Sindicato dos Policiais Civis do Paraná (Sinclapol), a categoria reivindica a reposição da inflação nos salários, previsto para janeiro do próximo ano, além de melhores condições de trabalho. O salário inicial de um servidor público de carreira é de cerca de R$ 5 mil.

De 70 policiais, apenas 21 estão atendendo serviços consideradores essenciais como os crimes contra a vida, flagrantes e cumprimento de mandados judiciais. 

A greve se estende a Medianeira, São Miguel do Iguaçu, Santa Terezinha do Itaipu, Itaipulândia e Missal, que também fazem parte da 6ª Subdivisão Policial (SDP). Por enquanto, a greve não tem prazo para terminar.

Colaboração: Roberta Campos/Rede Massa.