24°
Máx
17°
Min

Em nota, torcida do Corinthians pede desculpas por furto em conveniência

A torcida organizada Camisa 12 publicou uma nota em seu perfil no Facebook pedindo desculpas sobre o furto ocorrido na terça-feira (8) na loja de conveniência de um posto de combustíveis às margens da BR-369, em Cambé.

Torcedores que iam de São Paulo  a Assunção, no Paraguai, assistir à partida entre Cerro Porteño e Corinthians pela Libertadores pararam no local e furtaram bebidas, comida e até produtos de higiene.

Na nota, a torcida afirma que o ônibus apresentou problemas na entrada de Cambé e o motorista parou no acostamento por cerca de 10 minutos para verificar o que havia ocorrido. Enquanto isso, os torcedores foram até o posto e praticaram o crime.

“Apenas na Quinta-Feira (10) fomos ter conhecimento do ocorrido por conta da repercussão via redes sociais. Até então os responsáveis pela caravana não tinham o consentimento de nenhum furto”, diz a torcida em nota, alegando que “não aceita este tipo de comportamento”.

Na volta para São Paulo, o veículo foi parado por policiais rodoviários na PR-323, em Sertaneja.

“Efetuamos o pagamento do prejuízo causado no estabelecimento, no valor de R$ 440. Deixamos claro que não podemos generalizar a índole da torcida como um todo por conta do ato de alguns torcedores que fazem parte de nossa entidade e tem tais atitudes. Cada um tem sua personalidade, porém a disciplina é uma só. Esperamos que o mesmo não volte a acontecer. Em nome do Camisa 12 pedimos desculpas a dona da Loja de Conveniência e aos danos causados pelos membros de nossa torcida”, finaliza a nota.