22°
Máx
16°
Min

Em Sarandi, polícia monta cerco em mata à procura de acusado de latrocínios

Jeferson Jonatan Pires teria desferido as facadas (Foto: Índio Maringá/Rede Massa) - Polícia monta cerco em mata à procura de acusado de latrocínios
Jeferson Jonatan Pires teria desferido as facadas (Foto: Índio Maringá/Rede Massa)

Um cerco foi montado no Jardim Universal, em Sarandi (a sete quilômetros de Maringá), para prender Jeferson Jonatan Pires, 32 anos. O homem é acusado de desferir as facadas que mataram dois homens em latrocínios ocorridos em Maringá, na madrugada da última segunda-feira (8).

A Polícia Civil chegou até uma mata do bairro por meio do monitoramento do celular do homem, que teve a prisão preventiva decretada. Com apoio da Polícia Militar, as equipes tentam localizar o suspeito.

Ele teria cometido os crimes tendo como comparsas Edneu Sampaio da Silva, 27 anos, que dirigia o GM Monza usado nos crimes, e Eder Scorpioni, 20 anos, passageiro do veículo, ambos também procurados.

Os crimes foram registrados com cerca de 15 minutos de diferença. O primeiro deles aconteceu na Avenida Brasil e teve como vítima o tratorista Roberto Aparecido de Souza, 40 anos. Já na Avenida Colombo, a transexual Joyce, nome social de Cleidson João  dos santos, 24, recebeu uma facada no abdômen e não resistiu.