22°
Máx
17°
Min

Emenda busca levar transparência para administração indireta

(Foto: Divulgação / José Aldinan) - Emenda busca levar transparência para administração indireta
(Foto: Divulgação / José Aldinan)

Durante o uso da tribuna da Câmara de Vereadores de Ponta Grossa na tarde de segunda-feira (6), o parlamentar Valter José de Souza (PROS), o “Valtão”, apresentou mais uma emenda à Lei Orgânica do Município (LOA) tentando garantir mais transparência dentro do Governo Municipal. A intenção foi ampliar a proposta de acabar com o que o vereador chama de “estelionato eleitoral”. “Isso são as promessas que são feitas durante a campanha, mas nunca são cumpridas”, explica.

No mês passado o parlamentar conseguiu aprovar por unanimidade a LOA que obrigará os próximos prefeitos de Ponta Grossa a apresentarem um plano de metas ao Legislativo em um prazo de 90 dias após tomarem posse. Além disso, terão que prestar contas semestralmente dos resultados obtidos. Para que a população possa acompanhar e cobrar, tudo deverá ser registrado no Diário Oficial do município.

Agora, a intenção é ampliar essa maior transparência para os órgãos de administração indireta do município, como secretarias, fundações e autarquias. “O principal problema é a falta de informações sistematizadas. Sem isso, não tem como fazer uma fiscalização efetiva”, justificou Valtão.

O projeto de emenda segue sendo elaborado pelo Jurídico da Câmara. Ele deve estar pronto em 40 dias, sendo protocolado no Legislativo Municipal na sequência.