24°
Máx
17°
Min

Equipe de reportagem é feita refém em acampamento do MST

(Foto: PRE) - Equipe de reportagem é feita refém em acampamento do MST
(Foto: PRE)

Uma equipe de reportagem de uma emissora de televisão de Cascavel foi feita refém, nesta quarta-feira (9), durante uma gravação, em Quedas do Iguaçu.

Os repórteres Patrícia Sonsin e Davi Ferreira, mostravam as propriedades invadidas pelos integrantes do Movimento Sem Terra, quando o carro da equipe, foi cercado por cerca de 50 pessoas.Segundo as informações da emissora, os sem terras estavam armados com facas e pedaços de madeira.

Eles obrigaram a equipe a interromper a gravação e a levaram até um dos acampamentos. Os profissionais da imprensa ficaram por cerca de 20 minutos em poder do grupo. Ainda segundo a emissora, os jornalistas foram agredidos verbalmente e sofreram ameaças de agressão física.

Depois da violência, os sem terra liberaram os profissionais, mas orientaram que eles não deveriam olhar para trás e muito menos continuar a gravação. Desde ontem, o MST tem feito manifestações em Quedas do Iguaçu. A empresa Araupel foi alvo da destruição do grupo, que acabou com viveiros e mudas de árvores.

Nesta manhã, o grupo bloqueou uma rodovia estadual. A cidade passa por um momento delicado, já que a falta de efetivo policial prejudica a segurança dos moradores. O sindicato dos jornalistas do Paraná foi comunicado do caso e disse que vai apurar os fatos.