23°
Máx
12°
Min

Estudante de Direito admite ter esfaqueado mulher na Zona 2 de Maringá

Vítima recebeu socorro no Hospital Universitário (Foto: Tuia do Paraná/Rede Massa) - Estudante de Direito admite ter esfaqueado mulher na Zona 2
Vítima recebeu socorro no Hospital Universitário (Foto: Tuia do Paraná/Rede Massa)

Acompanhado de um advogado, o estudante de Direito Rodrigo Vilela da Silveira Lopes, 22 anos, apresentou-se à Polícia Civil nessa terça-feira (29) e assumiu ter esfaqueado uma mulher na noite do último domingo (28), na Zona 2 de Maringá.

O rapaz, que é filho de um desembargador do Tribunal Regional do Trabalho e mora próximo da vítima, contou que ajudou a personal Patrícia Kun durante um blecaute na casa dela, na Rua Pioneiro Doutor Arion Ribeiro Campos.

Porém, afirma que não se lembra das facadas dadas na vítima, pois teria sofrido um ‘apagão’ devido ao uso de drogas. Patrícia Kun sofreu ferimentos no abdômen e na mão, além de escoriações por ter entrado em luta com o agressor.

Após o depoimento, o jovem foi liberado e deve responder por tentativa de latrocínio, pois levou o celular da personal. 

Colaboração Índio Maringá da Rede Massa