24°
Máx
17°
Min

Estudante tenta ser advogado antes da hora e se dá mal

(Foto: Divulgação/Polícia Civil) - Estudante tenta ser advogado antes da hora e se dá mal
(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Um estudante de direito foi preso nesta sexta-feira (11) em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, acusado de exercer a profissão antes mesmo de estar formado. A prisão do rapaz aconteceu depois de uma fiscalização realizada pela Ordem dos Advogados do Brasil no Paraná (OAB-PR).

De acordo com o delegado Fábio Machado, da Delegacia de Fazenda Rio Grande, o estudante, que cursa o 2º período da faculdade de Direito, foi preso à tarde, dentro do escritório onde ele trabalhava. “Realmente, o lugar parecia um escritório de advocacia, pela estrutura e pela fachada do lugar.” Segundo o delegado, o local de trabalho do estudante ficava na região do Terminal Velho do município.

O rapaz foi preso em flagrante e levado até a delegacia da cidade, onde assinou um termo circunstanciado por exercício ilegal da profissão. Na sequência, ele foi liberado. “O maior dano para ele, nesse caso, é o processo que vai ser movido pela OAB. Ele pode até ser proibido de retirar a carteira da Ordem e, com isso, não vai poder exercer a profissão de advogado”, explicou o delegado.

Mesmo assim, as investigações continuam. “Nós não descartamos a hipótese dele ter fraudado algum documento para se apresentar como advogado para algum cliente. Se isso for comprovado, ele vai responder criminalmente por falsidade ideológica”, destacou.

Além disso, o delegado afirmou que o estudante teria dito que um advogado formado e já com a carteira da OAB seria o responsável pelo escritório e também por assinar as petições. No entanto, o rapaz que foi preso não falou o nome desse advogado. A OAB afirmou que vai investigar quem era esse profissional, que também deve ser penalizado pela Ordem.