22°
Máx
16°
Min

Ex de Luizinho Gari relata ameaças em depoimento à Comissão Processante em Maringá

(Foto: Nádia Lopes/Rede Massa) - Ex de Luizinho Gari relata ameaças em depoimento à Comissão Processante
(Foto: Nádia Lopes/Rede Massa)

A Comissão Processante que investiga o vereador Luizinho Gari (PP) faz, nesta semana, a coleta de depoimentos do caso. O parlamentar é acusado de quebra de decoro pela sua prisão motivada por supostas ameaças a ex-esposa.

Nessa segunda-feira (16), a coordenadora do Fórum Maringaense de Mulheres, responsável pela denúncia, Tânia Tait, foi ouvida. Já nesta terça-feira (17) foi a vez da ex-mulher do vereador.

Aos vereadores da CP, Mário Verri (PT) e Márcia Socreppa (PTB), já que Ulisses Maia (PDT) não estava presente, Camila Lima declarou que ela e o atual namorado foram ameaçados de morte por Luizinho Gari, mas ele nunca a teria agredido.

(Foto: Nádia Lopes/Rede Massa)(Foto: Nádia Lopes/Rede Massa) 

Camila respondeu tanto as perguntas dos vereadores quanto do advogado de Luizinho Gari, Odacir Fiorini Junior, que acompanhou a sessão da Comissão Processante.

O advogado anunciou que o parlamentar dispensou o depoimento das três testemunhas de defesa que havia indicado. Portanto, a sessão que aconteceria nesta quarta-feira (18) para ouvi-las foi cancelada.

Na sexta-feira (20), será a vez de Luizinho Gari prestar depoimento.

Colaboração Nádia Lopes da Rede Massa