27°
Máx
13°
Min

Ex-delegado da Receita volta a ser preso por exploração sexual em Londrina

(Foto: Tribuna da Massa) - Ex-delegado da Receita volta a ser preso por exploração sexual em Londrina
(Foto: Tribuna da Massa)

Policiais do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco)  cumpriram um mandado de prisão contra o ex-delegado da Receita Estadual em Londrina, José Luiz Favoreto.

Ele já havia sido preso na segunda e terceira fases da Operação Publicano, que investiga a corrupção instalada no órgão estadual. Desta vez, a detenção é relacionada a outra operação do Gaeco, sobre exploração sexual de menores, deflagrada em janeiro do ano passado.

O caso rendeu a abertura de quase 40 inquéritos, com mais de 30 pessoas indiciadas, entre aliciadoras e contratantes de programas sexuais. Os crimes investigados teriam ocorrido entre 2003 e 2014.

Favoreto foi preso depois que o Tribunal de Justiça reformou a decisão sobre o habeas corpus dele, em recurso impetrado pelo Ministério Público.

O ex-delegado foi encaminhado à sede do Gaeco para ser transferido posteriormente para a prisão. O destino mais provável é a Penitenciária Estadual de Londrina (PEL 2), onde Favoreto já esteve preso. 

Extorsão


Também foi presa nesta manhã Sandra Marques. Segundo o delegado Alan Flore, do Gaeco, a prisão preventiva é pelo crime de extorsão. Uma das aliciadoras do esquema, ela é acusada de tentar tirar dinheiro de um acusado de exploração sexual para mudar o teor de seu depoimento.

(colaborou Reinaldo Furlan/Rede Massa)