22°
Máx
16°
Min

Ex-marido é preso suspeito do desaparecimento de Carina Teixeira

(foto: Lucia Lima/ParanaCentro) - Ex-marido é preso suspeito do desaparecimento de Carina Teixeira
(foto: Lucia Lima/ParanaCentro)

A Polícia Civil de Ivaiporã cumpriu, nesta terça-feira (6), mandado de prisão temporária contra Miraldo Morais Pedreira, de 33 anos, ex-marido de Carina Texeira, desaparecida desde o dia 25 de agosto. Ela foi vista pela última vez deixando o filho em uma creche.

Pedreira nega envolvimento no sumiço da ex-mulher, que tinha uma medida protetiva contra ele, iniciativa adotada em casos de violência doméstica. “Reunimos algumas provas. Inclusive, constatamos que Miraldo Pedreira tem um histórico de violência e ameaça contra a vítima, que continua desaparecida. Por isso, representamos pela prisão temporária, que foi cumprida após Miraldo Pedreira deixar o filho na creche”, explicou o delegado Gustavo Dante, que comanda as investigações.

Foi o homem quem buscou a criança na creche no dia em que Carina desapareceu. “Procurei por ela [Carina Teixeira], após a minha filha me avisar, próximo ao horário do almoço, que a mãe dela não estava em casa. Levei a minha filha para almoçar em um restaurante e, depois, fomos a creche para saber se ela levou a criança pela manhã. Por isso, fiquei sabendo e procurei por ela durante o dia”, disse em entrevista ao jornal Paraná Centro.

O carro usado pela vítima foi encontrado abandonado em Jardim Alegre quatro dias após o desaparecimento.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Carina Teixeira pode entrar em contato com a Polícia Civil pelo telefone 3472-1181.

(colaborou Lúcia Lima/ParanaCentro)