28°
Máx
17°
Min

Ex-policial é absolvida de homicídio

Ela terá de cumprir pena comunitária durante oito meses (Foto: Rede Massa) - Ex-policial é absolvida de homicídio
Ela terá de cumprir pena comunitária durante oito meses (Foto: Rede Massa)

O Júri terminou na tarde desta quinta-feira (3), no Fórum de Foz do Iguaçu. A ré, ex-policial militar do Paraná, foi absolvida do crime de homicídio, no entanto condenada por fraude processual.

Cristina Pereti Mendes não compareceu ao júri, apenas o advogado de defesa a representou.

Ela era apontada pelo Ministério Público, como autora da morte do vigilante Anderson Roberto Galinari, em 2011.

A ex-policial foi condenada a uma pena de oito meses de serviços comunitários, pela fraude processual, já que a justiça entendeu que ela adulterou a cena do crime.

A mulher teria dito que foi vítima de um assalto, onde a pistola foi roubada, no entanto, em uma ligação feita à PM ela pediu ajuda afirmando ter baleado um homem.