22°
Máx
17°
Min

Ex-presidente da Câmara de Cantagalo vai a júri popular por homicídio

Nesta quarta-feira (16), será julgado o ex-vereador de Cantagalo, na região centro-sul do Paraná, Ponciano Abreu. Ele é acusado de um homicídio duplamente qualificado ocorrido em março de 2009. Ele vai a júri popular, que será realizado em Ponta Grossa.

Ponciano foi membro do Legislativo de Cantagalo por duas gestões, de 2001 a 2004 e 2005 a 2008. Em seus últimos dois anos de mandato, ele chegou a presidir a Câmara de Vereadores.

O crime aconteceu há quase sete anos, quando o ex-parlamentar teria participado da morte de Valdecir Kowalski, baleado pelo menos duas vezes. Apesar de o crime ter acontecido em Cantagalo, o júri será realizado em Ponta Grossa por conta da comoção social que envolveu o caso. Além disso, a Justiça considerou que Ponciano era uma pessoa influente na cidade.

O Ministério Público do Paraná será o responsável pela acusação.

Colaboração Assessoria de Imprensa.