21°
Máx
17°
Min

Ex-presidente da Câmara de Piraquara é declarado inidôneo

(Foto: Divulgação/TCE-PR) - Ex-presidente da Câmara de Piraquara é declarado inidôneo
(Foto: Divulgação/TCE-PR)

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) declarou inidôneo Gabriel Jorge Samaha, presidente da Câmara Municipal de Piraquara (Região Metropolitana de Curitiba) no exercício de 2002. A declaração foi determinada pela adulteração de notas fiscais e irregularidades em licitações.

Uma auditoria realizada pela Diretoria de Contas Municipais (DCM) apontou a adulteração de notas fiscais de diversos fornecedores e falhas nos procedimentos licitatórios. Julgadas as contas de 2002 da Câmara Municipal, de responsabilidade do então presidente, Gabriel Samaha, foram consideradas irregulares.

O TCE-PR determinou a devolução integral, por Samaha, de R$ 94.602,36, atualizados monetariamente. Ele também teve o nome incluído no cadastro de gestores com contas desaprovadas. Após o trânsito em julgado, os autos deverão ser enviados ao Ministério Público do Estado do Paraná, para verificação, especialmente da disparidade entre as notas fiscais apresentadas pela Câmara e as realmente existentes.

Colaboração Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR)