21°
Máx
17°
Min

Ex-presidente da OAS chega à Curitiba após ser preso em SP

(Foto: Alex Silva / Rede Massa) - Ex-presidente da OAS chega à Curitiba após ser preso em SP
(Foto: Alex Silva / Rede Massa)

Preso em 2014, durante a 7ª fase da Operação Lava Jato, o ex-presidente da construtora OAS, José Aldemário Pinheiro, conhecido como Léo Pinheiro, foi preso novamente nesta segunda-feira (5), em São Paulo, e encaminhado à Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, a pedido do Juiz Federal Sérgio Moro. O empresário é suspeito de tentar obstruir investigações relacionadas às irregularidades encontradas na Petrobrás.

Léo Pinheiro foi alvo de um mandado de condução coercitiva durante a Operação Greenfield, que investiga irregularidades nos principais fundos de pensão do país. Ele fará exame de corpo e delito no Instituto Médico-Legal (IML) e ficará à disposição da Justiça.

Em novembro de 2014 o empresário foi preso e condenado a mais de 16 anos de prisão, acusado por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Ele passou por prisão domiciliar e atualmente estava em liberdade provisória antes de ser preso novamente.