22°
Máx
16°
Min

Exame de DNA identifica criança desaparecida há dois anos; paradeiro da mãe ainda é incerto

(Foto: Polícia Civil) - Exame de DNA identifica criança desaparecida há dois anos; paradeiro da mãe ainda é incerto
(Foto: Polícia Civil)

Mais de dois anos após o desaparecimento de Heloísa Barbosa Moreno, que tinha pouco mais de 20 dias à época, a Polícia Civil teve a confirmação que uma criança encontrada em Querência do Norte é ela. A garotinha foi vista pela última vez juntamente com a mãe – cujo paradeiro ainda é desconhecido – em janeiro de 2014.

Patrícia Barbosa Pereira saiu para levar a filha tomar vacina e as duas não foram mais vistas. O delegado adjunto da 8ª Subdivisão Policial de Paranavaí, Gustavo Bianchi, informou que um exame de DNA feito no Instituto Médico-Legal de Curitiba confirmou que a menina é Heloísa.

Agora, a Polícia Civil tenta localizar a moradora de Querência do Norte, que inicialmente foi encontrada com a criança, para descobrir o que aconteceu com Patrícia e como Heloísa chegou até o município a 126 quilômetros de Paranavaí.

Inicialmente, a suspeita defendeu que Heloísa era sua filha, fruto de uma inseminação artificial, mas um exame de DNA desmentiu o fato e fez com que ela perdesse a guarda. Atualmente, a criança está em processo de adoção por outra família, mas a mãe de Patrícia, Nice Barbosa dos Santos, sonha em ter a neta de volta nos braços e deve entrar na Justiça.

“Nós queremos esclarecer como a criança chegou até essa mulher, como foi deixada com ela para tentar localizar a Patrícia”, declarou o delegado Gustavo Bianchi.

Na tarde desta sexta-feira (15), policiais estavam em Querência do Norte à procura da suspeita, que seria moradora de um assentamento.