23°
Máx
12°
Min

Exército deflagra Operação Ágata 11 no Oeste do Paraná

Foto: Divulgação - Exército deflagra Operação Ágata 11 no Oeste do Paraná
Foto: Divulgação

O Exército Brasileiro deflagrou na manhã desta segunda-feira (13) a Operação Ágata 11. O objetivo é se unir a outros órgãos de Segurança Pública, no combate ao crime, na região de fronteira, principalmente.

Os trabalhos no Oeste serão comandados pela 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada e estão previstos dentro da concepção do Plano Estratégico de Fronteira do Governo Federal, criado para prevenir e reprimir a ação de criminosos na fronteira do Brasil.

A Operação consiste em ação conjunta dos Ministérios da Defesa, da Justiça e da Fazenda e tem por objetivo, a redução dos índices de criminalidade, a coordenação de planejamento e execução de operações militares e policiais, a intensificação da presença do Estado Brasileiro na região e o incremento do apoio à população residente na faixa de fronteira.

Além desses objetivos, a operação visa também à cooperação com países amigos vizinhos do Brasil no combate aos ilícitos transfronteiriços. Para a execução das ações foi ativado o Comando da Área de Operações SUL que, sob a coordenação do Centro de Operações do Comando Militar do Sul (CMS), contará com representantes de instituições governamentais federais e estaduais, dos Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Dentro da área de responsabilidade da 5ª Divisão de Exército, a 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, em cooperação com órgãos de segurança pública (OSP) e de fiscalização federais, estaduais e municipais e outros órgãos civis, atuará com ações preventivas e repressivas na faixa de fronteira entre os municípios de Foz do Iguaçu e Guaíra, bem como no Oeste do Paraná.

Estas ações serão desenvolvidas por meio do posicionamento de tropas terrestres, patrulhamento fluvial e controle do espaço aéreo, além da fiscalização de produtos controlados em coordenação com a 5ª Região Militar, fiscalização de explosivos e agentes QBRN junto à fronteira e ação cívico-social nas cidades abrangidas, oportunidade de apoio das Forças Armadas aos segmentos mais necessitados das populações locais.

Em 2016, a Operação está se desenvolvendo em toda a faixa de fronteira do país, dividida em 3 diferentes áreas de responsabilidade (AMAZÔNIA, OESTE e SUL). No plano tático da Operação do CMS, as cidades incluídas são: Chuí-RS, Quaraí-RS, São Borja-RS, Uruguaiana-RS, São Miguel d’Oeste-SC, Foz do Iguaçu-PR e Guaíra-PR, abrangendo cerca de 2.400 Km de fronteira.

Colaboração: Assessoria de imprensa